Tuesday, November 25, 2014

Exorcismo

Estou sumida. Quantas vezes já escrevi esta mesma frase por aqui? Forçando a repetição, também volto a dizer que assunto não falta. O que falta é concentração. Evito sentar para escrever no blog e consequentemente, não comento no blog de ninguém, apesar de continuar lendo todos os posts escritos nos blogs queridos.

Quando tento me concentrar para escrever no blog, um assunto específico me vem a cabeça, mesmo quando a intenção inicial era escrever sobre outra coisa. O problema é que não havia decidido se iria escrever sobre este assunto por aqui ou não. Eis que decidi tentar um exorcismo. Curto muito meu blog e não quero deixar ele as traças assim não.

Quando estava no Brasil, na minha última visita, meu pai foi diagnosticado com câncer. No começo não queria escrever, não porque tenho medo e evito o assunto, mas principalmente queria dar tempo para o meu pai dividir esta notícia dele com quem ele achasse pertinente. Depois que ele dividiu a notícia com quem ele queria, passei a me questionar se eu tinha o direito de tornar algo dele "público." Como não conseguia me decidir, passei a ficar apática com relação ao blog.

Não evitamos falar sobre o câncer, mas ele também não virou o principal foco da família. Há tantas outras coisas que temos que lidar diariamente, como a batalha de mais de dois anos que meu pai vem travando com depressão, transtorno de ansiedade generalizada e outros probleminhas, uma guerra que eu considero muito mais difícil do que o câncer.

Comecei vários posts sobre esta notícia e no fim deletava, mas ultimamente, não conseguir sentar para escrever sobre qualquer outra coisa estava me incomodando muito. 
 
Um dia de cada vez, este é o lema para tudo que estamos vivendo e é o que adoto aqui no blog também. Pronto, falei sobre o meu fantasma atual, agora a ideia é continuar caminhando por aqui como estou caminhando do lado de fora!