Thursday, June 30, 2011

Saudades

Amo minha cidadezinha, amo meu namorido, amo minha cachorra, amo minha casinha... Mas algumas vezes o coração fica apertado e fico cansada de ser estrangeira rsrs

From Google Images
Sinto saudades de ter a casa dos meus pais logo ali; sinto saudades da família reunida nos almoços de Domingo com a comida da minha mamis perfumando o ambiente; sinto falta das conversas durante o jantar com o meu pai, sinto falta das cachorras tentando se aninhar nas minhas pernas na hora do cochilo; sinto falta do meu sobrinho e suas brincadeiras mirabolantes... Como falei no início, amo o que escolhi para a minha vida, mas que ás vezes bate uma tristeza por estar perdendo tantos momentos com pessoas tão queridas na minha vida, ah isso bate.

Sinto falta de receber ligações das minhas melhores amigas para a gente sair, e conversar sobre um monte de besteiras por horas... Sinto falta dos grandes amigos que fiz na faculdade e de nossas discussões existenciais e teorias de conspiração; sinto falta de poder estar com a família em um momento que eles tanto precisam...

Sinto falta sim do português rsrs converso com os meus pais todos os dias, mas ainda sinto falta de mais português na minha. De verdade, às vezes fico cansada de falar em inglês, mesmo que ele já tenha ficado tão comum na minha vida, após 4 anos por aqui. Quando estou mentalmente exausta, meu português e meu inglês viram uma salada hahaha

Acho que um ano e meio sem ir ao Brasil me deixa assim, nostálgica rsrs

Monday, June 27, 2011

Minha vida tem trilha sonora

Adoro música, tenho uma música para cada momento da minha vida. Música me traz memórias, boas e ruins. Música me transporta, tem o dom de melhorar o meu dia, de me acalmar, de me fazer sorrir.
 
Cresci em uma casa onde todos escutavam música o tempo todo. Fiz aulas de violino, e música sempre esteve mto presente na minha vida ;) Uma das coisas que me orgulho muito é do meu conhecimento musical. Conheço muita música mesmo, e não sou limitada as músicas da minha geração, acho que cada década teve seu brilhantismo musical, e por isso, todas me agradam.
 
Não tenho um estilo musical único. Música boa, para mim, transcede a barreira de estilos. Dizer que só escuto rock, ou clássica, ou pagode, é a maior mentira; ou dizer que existe um tipo de música que eu não escuto de jeito nenhum seria outra mentira.
 
Sim, existem alguns estilos que eu particularmente não compraria um CD, não iria a um concerto, nem colocaria no meu MP3. Mas se estiver em uma festa de um amigo, e começar a tocar um pancadão, não vou sair xingando, eu entro na dança hahahaha
 
Bom, tudo isso é para falar que não sou de favoritismo, mas têm uma banda que me faz ser tiete de marca maior: U2. Tenho todos os CDs deles, e originais hahaha pq é coisa de coleção hihi
 
Fui introduzida ao U2 pela minha irmã (tks sis ;) qndo tinha uns 4 anos de idade, e foi amor imediato rsrs. Com o tempo, minha admiração só cresceu. Gosto das letras deles, gosto das melodias, gosto do que eles representam como banda e como pessoas. Para mim, todas as músicas do U2 têm conteúdo, mesmo as músicas deles que falam de amor, é com uma abordagem muito diferente da maioria das bandas. As letras do U2, em sua maioria, têm uma conotação social admirável, ou seja, eles estão sempre antenados com o que acontece no mundo, e são afetados por isso, e aí, músicas maravilhosas brotam na cabecinha deles ;)
 
Essa minha paixão pelo U2 é bem de tiete mesmooooo hahaha A primeira vez que eles foram ao Brasil, eu estava viajando, e qndo voltei não havia mais ingressos disponíveis. Eu tinha uns 14 anos, e assiti o show deles pela MTV, chorando horrores hahaha ;( Na segunda vez, bom, dormi na fila para comprar ingressos hahaha gastei uma fortuna, pq qria os melhores lugares hahaha e fui... Chorei, ri e cantei mtoooooo, e fiquei uma semana sem voz hahaha Este ano eles foram ao Brasil novamente, qria mto mto ter ido, mas por problemas de força maior (não estou morando no Brasil hihi) não deu para ir.
 
Masss, mesmo morando assim meio longe de tudo hihihi O U2 resolveu fazer um show pertinho de mim, e para minha felicidade, o namorido resolveu apoiar minha tietagem!!
 
E assim, posso dizer que tive um Domingo simplesmente fantástico!! O Show teve como abertura a banda Florence + The Machines, que apesar de eu não conhecer muitas músicas, foi emocionante. Dancei mto nas músicas que conhecia, e as que não conhecia tbm. Eles têm uma energia maravilhosa, e vamos lá, uma banda cujo um dos instrumentos principais é uma harpa, é de se tirar o chapéu!!
 
From Arquivo Pessoal: Florence + The Machines
Bom, o show do U2 é sempre um SHOW!! Perfeito, a energia e a forma que a banda interage com o público é bem único! Sim, eu chorei novamente, ri mto, e ahhh sim, minha voz, provavelmente, volta na próxima semana hahahaha
 
 
From Arquivo Pessoal: Palco fantástico!
 

Wednesday, June 22, 2011

Eu e o conceito de limpeza nos EUA

Para mim, o estilo de limpeza norte americano difere do meu em diversos aspectos. E olha que eles têm tantos produtos que facilitam nossas vidas por aqui hehe.
 
Como já comentei por aqui, minha primeira moradia nos EUA foi chocante. Era uma casa cheia de estudantes do mundo todo, que não se dignavam a limpar a casa, o que eu fiz junto com as outras brasileiras.
 
A segunda casa que morei foi com 2 amigos estudantes de medicina, e eles tbm nunca haviam limpado a casa, um horror! A cozinha que deveria ser branca era amarela, os tapetes estavam grossos de tanto pó. Sozinha eu fiz uma super faxina, foi água sanitária para tudo quanto é canto rsrs e quando eles chegaram em casa, desacreditaram no que estavam vendo rsrs.
 
From Arquivo Pessoal: Olha o estado deste fogão?! Pena que não tenho o antes e depois, ficou branquinho ;)
 
E assim foi em todo canto que morei por aqui, as pessoas adoravam me ter como roommate, pq sempre limpei tudo sem fazer caras ou ficar cobrando q eles deveriam limpar comigo. A única coisa que sempre cobrei era q eles, pelo menos, mantivessem a organização;)
 
Quando mudei para minha casinha com o namorido, não foi nada diferente. Foi engraçado que quando a realtor nos entregou a chave, ela disse que a casa estava super limpa e não teríamos nenhum trabalho, tá bom viu?! rsrs
 
Eu lavei absolutamente tudo, novamente água sanitária para tudo quanto é canto, e aluguei um deep cleaner para o tapete. Dá mto trabalho lavar a casa no EUA, pq não tem ralo em canto nenhum, até o banheiro só tem ralo na tub :(
 
Na opinião do namorido, sou uma maníaca por limpeza, que adora faxinar. Já expliquei, eu odeio fazer faxina, mas odeio casa suja mais ainda, logo não tenho mtas opções rs.
 
Para ser sincera, nunca entrei na casa de um americano que estava visivelmente suja (exceto os estudantes, mas estes não estão nem aí mesmo) por isso, não vou dizer que os norte americanos são porquinhos rs, mas definitivamente o conceito deles de limpeza não se aproxima do meu. O que percebi e' que nossa limpeza básica diária é o q eles consideram faxina, e eles a fazem em média 2 vezes por mês. Já o q nos chamamos de faxina mesmo, para eles é o q pessoas a beira de um distúrbio psicológico fazem haha. (Tá bom, exagero no mode on, mas eles não fazem limpeza no mesmo ritmo que a gente).
 
Me desculpem, mas eu não consigo achar que um wipe úmido no chão vai de fato limpar um banheiro, eu preciso é lavar esfregando tudo rsrs, e lógico que isso é uma percepção muito particular minha, não julgo quem o faz, só não é meu estilo. Uma vez por semana faço faxinão, áquele em q lavo até as janelas (qndo não é inverno), e tenho certeza q meus vizinhos me acham maluca ;). Para o namorido ele acha um desperdício o tempo que levo para lavar tudo, até pq já houveram dias que fiquei faxinando até umas 2am, especialmente qndo ele não está em casa. Sinceramente, not a big deal para mim, eu não durmo mesmo, acostumei a dormir cerca de 4 horas por noite, então não me afeta.
 
Aqui em casa até a cachorra limpa as patas para entrar. Se eu tiro meu calçado para andar na casa, pq ela não limparia as patinhas?! É tudo carpete pôxa!! Por isso, perto da porta ficam os lencinhos umidecidos para limparmos a pata dela após uma caminhada :).
 
Ixi, será q sou maluca mesmo?! rsrsrs
 
 

Sunday, June 19, 2011

Emoções

Hoje é dia dos pais na Terra do Tio Sam, e como já havia comentado por aqui, o pai do namorido faleceu no começo do ano por isso ele está bem cabisbaixo hj.

From Google Images

Fui trabalhar, e qndo cheguei em casa ele estava todo tristinho na cama. A grande verdade é que ele nunca valorizou mto estes dias comerciais. Ele sempre ligou para o pai nesta data mas a conversa era sempre mais centrada no quanto esta data era uma estratégia de marketing.

Este ano ele não pode fazer a ligação, os dois não puderam tecer uma tese sobre o quanto a pessoas hipervalorizam uma data que ultimamente têm o tom completamente comercial. Pois é, foi então que caiu sobre ele a importância que o dia dos pais tinha na vida dele, pq apesar de ser uam data comercial, era a data que ele sempre ligava para o pai dele, e mesmo que o assunto era o mesmo ano após anos, ele sabia que o pai dele estaria do outro lado da linha. Este ano foi diferente, ele não pode fazer a tão esperada ligação, e a tristeza invadiu o dia dele sem pedir licensa.

Eu converso com os meus pais todos os dias, e hoje estava tensa, pq pode parecer idiotice minha, mas me senti mal em poder conversar com o meu pai, enquanto ele não pode mais falar com o dele. Quando ele foi tirar um cochilo, aproveitei para ligar para os meus pais. Ficamos conversando por um tempo, e enquanto resolvíamos alguns problemas ele acordou, qria desligar mas já era tarde demais.

Todo feliz ele perguntou se meu pai estava na sala com minha mãe, qndo eu disse que sim, ele veio até o computador e pediu para falar com o meu pai, e em português ele disse: "Eu sei que hoje não é dia dos pais no Brasil, mas eu queria dizer Feliz Dia dos Pais, e obrigada por me deixar fazer parte da sua vida" (Entendam que o português não foi assim tão claro, alguns tempos verbais deixaram a desejar, mas de qqr forma foi emocionante). Minha mãe começou a chorar na hora, meu pai ficou bastante emocionado, e em um inglês tão enrolado qnto o português do namorido, ele agradeceu e falou o qnto a frase havia sido emocionante de se ouvir, e que ele se sentia honrado de poder ter este papel na vida do namorido.

Pois é, nosso dia dos Pais que começou bastante depressivo, terminou cheio de emoções e com muito amor!

Tuesday, June 14, 2011

O sapato da Noiva

Faz tempo que não falo sobre o meu dia D, então hoje resolvi escrever sobre a escolha do meu sapato.

Antes de tudo, preciso expressar alguns detalhes técnicos rsrs

Sou uma garota extremamente desencanada com calçados. Tenho pouquíssimos pares de sapatos e milhares de chinelos hahaha eu adoro chinelo, adoro me sentir confortável.

Para sair em lugares mais chiquetosos, gosto sim de colocar um salto, e gosto de salto razoavelmente alto, pq com os meus míseros 1,60 preciso abusar qndo posso ficar mais alta rsrs.

No entanto, estes eventos que pedem um salto são raros na minha vida, portanto, os saltos são uns gatos pingado no meu closet. Para o meu cotidiano vou mesmo de sapatilha e chinelo, e por sapatilha entendam que tenho apenas dois pares hahahaha

Talvez tudo isso se explique pq nasci com defeito de fabricação hahaha eu não tenho um pé, é um pseudo-pé ;) Eu calço 32-33, logo, comprar sapatos para mim é uma missão nem um pouco divertida.

Qndo estava a procura de calçado para o casamento, eu já havia decidido que queria um salto, e nada de branco. Eu já quase não tenho calçados e não qria mesmo gastar meu rico dinheirinho com um calçado q usarei só uma vez. Aí vcs me perguntam, mas o vestido vc tbm só vai usar uma vez oras, e mesmo assim vc comprou um vestido branco. Mas aí eu digo, o vestido eu consigo vender, alugar ou qqr coisa parecida, agora me contem, qntas pessoas eu vou encontrar para comprar um calçado número 33?! Pois é, minhas chances não são mto boas hahaha e como nunca fui uma noiva mto tradicional, o sapato de outra cor super combina comigo.

Bom, não precisei pensar mto na cor, sempre amei roxo e todas as tonalidades próximas, a decoração do casamento vai ser com roxo, logo, qria meu sapato roxo ahahaha Pois bem, "googleando" morri de amores por este:
From Google Images
Foi amor à primeira vista, e dpois de me matar tentando descobrir quem o fabricava rsrs além de descobrir que ele não era mais fabricado, ele só existia a partir do tamanho 5.5 (detalhe que sou 4-4.5).

Com dor no coração (drama mode on) comecei a pesquisar tudo que fosse calçado roxo que tivesse nos EUA, fui em todas as lojas de calçados que existe na minha pequena Ann Arbor, e não encontrei absolutamente nada que me servisse ou que eu gostasse :(

Voltei a pesquisar on line, e eis que encontrei este bb:
From Google Images
Não era minha primeira escolha, mas achei super fofo, e dava para comprar on line com "free shipping both ways", decidi arriscar.

Meninas, o negóco chegou hiper rápido em casa, e apesar de ser um pouco maior que meu pseudo-pé, ele não sai do pé pq tem um pequeno elástico de segurança no calcanhar.

Yayyyyyyyy, finalmente eu tenho calçado para entrar na igreja!! Não vou precisar usar uma das minhas milhares de havainas hahaha e de quebra ainda vou ficar com uma altura condizente ao do noivo com um salto de 10cm ;)

Monday, June 13, 2011

E lá se foi o dia dos Namorados

Namorido e eu comemoramos tudo hahaha Como já comentei, todos os meses comemoramos nosso aniversário. Não pensem em nada grande, é sempre algo home made rsrs Só nos anuais tentamos dar uma caprichada, do contrário eu dou um cartão para ele, e ele me dá um livro (eu levo vantagem nessa rsrs). Para nós este lance de celebrar todas as datas é a celebração do nosso sentimento, nunca gastamos horrores um com o outro, é a mais a preocupação de celebrarmos o nosso amor.

Para nós sempre têm dois dias dos namorados, fevereiro e em junho. No entanto, como estamos em épocas de vacas anoréxicas por conta do casório, haviamos combinado que só trocaríamos cartão no nosso aniversário mesmo, e para o dia dos namorados só iríamos fazer um jantar especial em casa, cozinhando juntos.

Bom, me leveantei para trabalhar hj (sim, sou peão rsrs) e deixei o namorido dormindo bonitinho em casa, qndo voltei do trabalho tcharannnnn




Flores e um cartão fofíssimo que me fez chorar. Este meu namorido sempre dá um jeitinho de me emocionar!

Saturday, June 11, 2011

As adaptações da vida...

A minha viagem para Chicago avabou me inspirando em escrever o quanto me adaptei com a vida na cidade pequena.
 
Eu nasci e fui criada em São Paulo, ou seja, vida em cidade pequena só era em período de férias, e após uma semana costumava ficar estressada, pq sentia saudades do agitação da cidade. Sempre me considerei um bicho da cidade, e achava que jamais me adaptaria a um ritmo diferente do da grande metrópole. 
 
A vida me trouxe para Ann Arbor, e eis que acabei virando bicho do mato hahaha (o namorido que não me escute, ele odeia que eu chame Ann Arbor de interior hahaha). Entendam, Ann Arbor é composta por mais de 100 mil habitantes, e mta gente não chamaria isso de interior, mas para mim é sim rsrs  Eu admito, que apesar do clima de interior, tenho mtas das conveniências da cidade grande. Por aqui encontro uma grande variedade de restaurantes com cozinhas internacionais, grandes hospitais, shopping centers e todas as redes de supermercados q preciso. Todos que conhecem Ann Arbor são apaixonados pela cidade, pelo seu clima de interior mas com uma grande gama de coisas para se fazer na cidade. então não posso dizer que tenha perdido grandes coisas que a metrópole me proporcionava.
 
Ann Arbor abriga a Universidade de Michigan, e por conta disso é uma cidade com bastante jovens, e para estes jovens precisou criar atrativos, além da excelência no ensino.
 
Para se manter atrativa, Ann Arbor se tornou uma cidade super desenvolvida e politizada. Posso dizer que encontramos praticamentes de tudo por aqui, mas ainda sofro mto por não ter um Cheesecake Factory nas redondezas (hahahaha eu simplesmente amo o cheesecake deles ;).
 
O Downtown daqui é super charmoso, e ainda assim te oferece uma infinidade de bares e vida noturna (no conceito americano de ser, as danceterias e bares, no geral fecham por volta das 3 am) No entanto, por aqui, as pessoas ainda te dão bom dia na rua; o trânsito é cordial; buzinas apenas qndo se extremamente necessário; e outras coisas que normalmente só se encontra nas cidades pequenas. 
 
from Arquivo pessoa: parte de Downtown no Outono
 
Michigan e consequentemente Ann Arbor, são conhecidos pela quantidade de rios e lagos que compôe a região, e consequentemente mto verde. Estou cercada por diversos parques, diversos rios, por isso o outdoor living aqui se expressa ao extremo.
 
 
from Arquivo pessoal: Adoramos fazer trilhas de bicicleta.
 
Em SP, enfrentava 1 hora de metro, por trecho, todos os dias, e era a coisa mais normal do mundo... Se ia de carro, era mais de uma hora parada no congestionamento... Fim de semana era a mesma tortura, qndo se marcava para ir em um restaurante ou qqr coisa, sempre precisava sair mto mais cedo de casa, não importava a distância, pq congestionamento era certo. Locomover-se em São Paulo é uma loucura, mas quando estava lá, sim me estressava, mas era o normal, era minha rotina, e estava acostumada.
 
Meus conceitos e rotina definitivamente mudaram, e o que considero "normal" é muito diferente de 4 anos atrás. 
 
Dizer que em Ann Arbor têm congestionamento chega a ser uma blasfêmia, congestionamento aqui é atrasar uns 5-10min, vc se programa para sair e dificilmente não chegará no horário programado sem precisar sair hiper cedo de casa. Tanto eu qnto o namorido trabalhamos a uns 7 min de casa, e ele então é constantemente 7 min, pq não têm nenhum semáforo no caminho. Mtas vezes vou para o trabalho de bicicleta, e de manhã qndo saio, quase não encontro carros na rua.
 
Me acostumei com este ritmo, e ir para Chicago me mostrou que qualidade de vida não têm preco. Entendo q existem várias pessoas que adoram morar na cidade, mas para mim não dá mais. A buzinaiada me tira do sério, o congestionamento constante me dá dor de cabeca... Eu concordo que há suas conveniências em se viver em uma metrópole, o transporte público é melhor, mais opções de locais para a compra, mas a grande verdade é q para mim, prefiro ir vistar estes lugares do que morar neles.
 
Adoro acordar com diversos pássaros cantando na minha janela, com o barulho da água do lago... abrir minha janela e ver mto verde, ir para downtown e não ter prédios cobrindo o sol, não perder horas preciosas no congestionamento... Adoro minha vidinha aqui... É reconfortante pesquisar sobre o crime rate em Ann Arbor e se deparar com estatísticas como esta
 
Me sinto mais segura, mas não vacilo hahaha tenho medo dos psicopatas malucos que têm no EUA. Não durmo com a minha porta aberta como meus vizinhos, e sempre tranco o carro... Pode ser neurose de qm viveu mtos anos na cidade, mas a gente nunca sabe qndo um louco pode aparecer... Por isso sempre tenho em mãos meu spray de pimenta que a Eli me deu! Não me iludo com a sensação de segurança, mas q durmo melhor em saber os números daqui, isso eu durmo.
 
As escolas de Ann Arbor são ótimas, e a Universidade de Michigan é uma das melhores no EUA. Lógico que aqui têm várias coisas que não gosto tbm, nenhum lugar é perfeito, e sei reconhecer isso mto bem. Mas a verdade é q não trocaria esse interior que eu vivo por Chicago, ou NYC, ou nenhuma outra grande metrópole... Vou sim visitá-las, mas a minha família, eu prefiro criar bem longe deste caos.

Monday, June 6, 2011

Fui ali, mas já voltei

Desapareci esta semana de todos os blogs que tanto gosto de ler. Namorido decidiu de última hora ir em um casamento em Chicago.

Como Chicago é longe e precisava resolver alguns documentos no consulado brasileiro, aproveitei a viagem para fazer tudo que dava. O problema foi que além de ter que correr atrás de um vestido para festa, ainda tive que me matar organizando todos os documentos necessários para a embaixada... Bom, tudo resolvido, e apesar de ter superado minha fase "vida na cidade", 25 anos em SP foram suficientes rsrs, até que aproveitei um pouquinho a Cidade, mas nã moraria lá nem a pau rsrs.

Esta semana, lentamente, colocarei tudo em dia ;)

Fazia mtooo tempo que não dançava ;)