Wednesday, January 22, 2014

Pq quero registrar

A série Orlando ainda não acabou :) Faltam os 2 parques Universal, mas vou dar uma pausa para colocar no "papel" o que está incessantemente na cabeça.

Eu não cresci em família financeiramente "privilegiada." Eu não acredito que dinheiro caia do céu, então até as famílias "privilegiadas", na maioria dos casos, contam com alguém que ralou para caramba para proporcionar o "privilégio." Mas lá em casa não foi assim,  cresci sem qualquer privilégio. Onde estou hoje; onde minha família está hoje é fruto de muito trabalho, perseverança, saber ver e aproveitar oportunidades. Estamos muito longe de sermos ricos, mas também estamos muito longe de sermos pobres como éramos.

Minha família já passou fome. Meu pai trabalhou em dois empregos: um para pagar as contas de certas necessidades básicas; e o outro em troca de comida. Não, não era em troca de um salário para comprar comida, ele trabalhava em troca de um pacote de arroz, leite, feijão e pão.

Felizmente, sempre tivemos a nossa volta pessoas que foram verdadeiros anjos em nossas vidas (outras nem tanto,  mas vamos focar). Minha gratidão à estes anjos é infinta. Se por um acaso vocês chegarem neste texto, espero que se reconheçam e saibam que nós nunca esqueceremos tudo que vocês fizeram, e que nossa gratidão é de coração.

Querido major-piloto, sua querida esposa e seu cunhado: muito obrigada por milhões de vezes terem nos estendido a mão sem que nós pedissemos qualquer coisa. Vocês nos apoiaram, não apenas emocionalmente, mas também com muitas outras coisas, inclusive tratamento dentário para as três filhas daquele soldado que estava muito longe do seu nicho social. Obrigada também por tantas outras memórias que guardamos no coração com muito carinho.

À vc capitão-santista e sua esposa professora: obrigada por garantir que quando meus pais não podiam comprar nossos cadernos, vocês cobririam a falta; desta forma, poderíamos ir à escola. Além dos livros que nem sempre eram viáveis para a nossa renda, mas vocês com um amor e boa vontade nos providenciava. E obviamente, vocês não pararam aí e fizeram muito mais do que jamais vamos poder agradecer.

Muito obrigada, lindinho, que em seu nome carrega nossa pátria. Foram tantas as vezes que você esteve presente para nós, que uma vida não será nunca suficiente para te agradecer. 

Não esqueço de você também não, comandante-japa. Àquele que apesar da patente e da posição, sentou-se à nossa mesa para que pudéssemos agradecê-lo. Obviamente, a carne moída não ia dar para todo mundo, vc foi e comeu ovo frito com arroz com gosto. Até hoje, isto é motivo de piada quando você vai lá em casa.

Meus padrinhos-torto, o título é desalinhado mas a presença e carinho de vocês não. Quando penso em família, não é só minha família imediata que vem em mente, vocês também estão sempre lá. A presença constante e o amor de vocês são alento nos momentos ruins e motivo de mais comemoração nos momentos felizes. Obrigada, do fundo do meu coração!

Agora àqueles que diziam que eu e minhas irmãs seríamos grávidas adolescentes sem futuro; àqueles que reclamam que a vida minha família é muito fácil; àqueles que dizem que a vida foi generosa conosco e injusta com vocês; eu só tenho uma coisa a dizer: É você quem faz a sua vida.

Não fique se lamentando que a vida foi injusta. Minha família foi atrás, conquistou oportunidades. Não foi fácil, nada caiu do céu, mas as coisas melhoraram sim para nós. Se você deixou de aproveitar suas oportunidades, não temos a mínima culpa nisso. Eu acredito que nunca é tarde, então arregaça a manga e faça acontecer! Deixe a cobiça à vida alheia de lado.

Boa sorte e não esqueça que justiça não é apenas uma palavra, ela deve ser vivida e praticada!

Este poste não é para receber tapinha nas costas ou para desperatar dó. Tenho orgulho de onde venho, do que minha família é. Este post é o registro do que povoa minha mente :)

Saturday, January 18, 2014

The Magic Kingdom

Aí que eu fui ali e demorei um bocado de tempo para voltar né?



Pessoas queridas, já se passaram 18 dias do mês de Janeiro, mas ainda dá tempo de desejar um 2014 abençoado para todo mundo!! Que o ano de cada um de vcs, e das pessoas que vcs amam, seja de boas notícias, de muitas felicidades, paz e muito amor :)

Meu fim de ano foi corrido. Peguei uma gripe infeliz que durou uma eternidade para resolver; quase toda a minha família ficou gripada. Ainda assim, foi um fim de ano para ficar na memória e no coração, para sempre! Pela primeira vez minha família veio passar as festas de fim de ano aqui em casa!


Preciso terminar os posts da Disney e aí conto para vcs as peripécias deste grupo que nunca viu neve e que enfrentou dias de frio que bateu o recorde dos últimos 40 anos!

O último parque Disney que fui, foi o Magic Kingdom. Este é onde o sonho Disney começou, lá em 1971. Quando se pensa em Disney World, se pensa em Magic Kingdom.


O parque é dividido em 5 lands: Adventureland, Fantasyland, Frontierland, Liberty Square e Tomorrowland. Eu cresci assistindo Disney. Nunca sonhei em ser princesa, mas isso nunca me impediu de assistir tudo que era da Disney com olhinhos que brilhavam (e ainda brilham).


Magic Kingdom, como tudo na Disney, é mágico. Mas é mais mágico ainda pq lá vc encontra os castelos dos filmes que vc viu quando criança. Para mim, foi impossível estar lá e não ver a Aline criança que vive dentro de mim pular de felicidade.


De todos os parques, este foi o mais cheio, principalmente de crianças. Não há muitas montanhas russa. As atrações são voltadas, quase que todas, para o público infantil. Isso não quer dizer que vc não aproveite. Nós aproveitamos tuuuudddddooooo rsrsrs E novamente, com o touring plans não ficamos apodrecendo em filas hehe


Minha dica para o Magic Kingdom é: vá em tudo que existe no parque rsrsrs Este é o dia que vc vai ficar no parque por mais tempo, até as 23h. Muita gente opta por ir para o parque mais tarde. No nosso caso, fomos para o parque no mesmo horário de todos os outros dias. Vimos tudo que queria e quando faltava umas 3 horas para o Celebrate the Magic e Wishes Firework Show (os shows de encerramento que ocorrem no castelo da Cinderela) nós nos nos acomodamos em um lucar com vista privilegiada (dica do Touring Plans) e jantamos enquanto esperávamos. Indico e muito fazer isso. Na hora do show fica tuuuuuuudddddddooooooooo lotado e não tem espaço para sentar. Depois de um dia de parque, eu tenho certeza que teria aproveitado menos o show se não conseguisse sentar (especialmente com os dois joelhos problemáticos que tenho).


Tudo é lindo naquele parque. Para quem endente bem o inglês, eu achei The Hall of Presidents muito legal. Os animatronics são fantásticos, e acho bem bacana os highlights que eles colocam dos presidentes, e o lindo do Obama faz o final speech :) Já falei que adoro este homem? Até o boneco dele rsrsrsrs


Os shows de encerramento são um espetáculo que te faz rir e chorar. No show Celebrate the Magic, eles tocam os principais sucessos dos filmes Disney. Ao mesmo tempo, um show muito bacana de luzes reflete diversas imagens que formam vinhetas no castelo da Cinderela. Foi neste show que ví uma das cenas mais fofas das férias. Do nosso lado tinha uma menina, devia ter uns 7-8 anos, e durante o show ela cantou todas as músicas. Não falhou em uma. Ela estava vidrada, e no fim ela soltou "Thank you, Mickey Mouse." Minha gente, muita fofura para uma menina só rsrsrsrs


Vamos as fotos: