Posts

Showing posts from January, 2013

Dormir não é uma arte que domino

Conseguir cair no sono e me manter dormindo é um problema na minha vida desde a minha pré adolescência. Por volta dos meus 11 anos, eu esperava todos irem dormir na minha casa e sorrateiramente ia para a sala assistir tv, e lá ficava a noite inteira. Isto nunca atrapalhou o meu rendimento escolar. Eu nunca estava caindo de sono no dia seguinte.

Fiquei neste sistema por algum tempo, até que meus pais perceberam que meus olhos estavam muito vermelhos, e eu acabei confessando que fazia alguns dias que eu não dormia pq estava assistindo tv hehe Meus pais me colocaram de castigo e fiquei sem poder ver tv por um bom tempo. Meu pai também passou a se levantar em horários não programado para ter certeza que eu estava na cama.

Ficar rolando para a cama, sempre foi algo que me incomodou. Assistir tv não era mais uma possibilidade, então eu passava boa parte da minha noite com uma lanterna, lendo debaixo das cobertas.

Mais tarde, já no período da faculdade, eu trabalhava durante o dia …

Segundo Mandato

Hoje, o Presidente Obama fez o juramento e o seu discurso inaugural para o seu segundo termo à frente dos Estados Unidos. Um discurso bem feito (como todos os outros da carreira dele) onde até mesmo os direitos dos homossexuais foi citado! No mínimo, polêmico :)

Dizem que religião, política e futebol não se discute, eu discordo, acho que com pessoas educadas e que sabem respeitar a outra, todos os assuntos são discutíveis. A opinião de outra pessoa diferente da minha, não quer dizer que é algo pessoal (pelo menos não deveria) e é assim que encaro qqr discordância que vejo pela frente, e por isso resolvi escrever e publicar este post.


Não posso votar (ainda estou debatendo sobre aplicar ou não para cidadania, depois escrevo um post sobre isso), mas não acho certo ficar alheia ao que acontece no país que escolhi para viver, por isso acompanhei os dois principais candidatos de perto (digo os dois principais pq existem outros candidatos que concorreram a presidência, eles só não …

Sempre Amigas

Eu tenho amigos queridos no EUA, pesoas que me acolheram e que se tornaram minha família!!! Conheci pessoas maravilhosas nestes 5 anos, pessoas que me ajudaram a passar por várias fases difíceis, mas tem muitas horas que sinto uma saudade que chega a doer dos meus amigos que ficaram no Brasil. Não sou lotada de amigos, mas tenho os melhores que a vida podia me dar!!

Em especial, quero falar de duas amigas que fazem parte da minha vida desde os 6 anos de idade!! Pois é, já são 23 anos de amizade. Passamos por tudo que se pode imaginar, juntas. Estudamos na mesma escola até o fim do Ensino Fundamental. Completamos o Ensino Médio em três escolas diferentes, o que não mudou em nada a nossa amizade. Prestamos vestibulares juntas, cada uma em sua área: Biomedicina, Veterinária e Psicologia. Todos os anos de faculdade, apesar da vida cheia, não mudou nem um pouco o formato da nossa amizade. 

Elas não puderam estar presentes na minha colação de grau, mas estavam lá na minha festa…

Finalmente terminei a mudança

Quero, novamente, agradecer o carinho de vcs!! A vida segue, né?! Minhas amigas estão caminhando como podem, e eu vou amparando como posso!

Obrigada pelo amparo que vcs me deram!! Vcs são sempre umas queridas! Não vou responder em cada comentário. Sinceramente, no momento, os comentários trazem a lembrança dolorida. No entanto, quero dizer que li cada palavra aqui, no FB e no email, e vcs são todas muito muito queridas mesmo!

De volta a programação...


Desde que fiquei noiva em 2010, cada vez que vou ao Brasil eu trago um pouquinho do que havia deixado para trás.

Eu nunca fui de acumular muita roupa, ou calçados ou qqr coisa que a grande maioria das mulher acumulam rsrsrs Neste quesito, quando minha permanência ainda era temporária, eu já havia trazido tudo que era de uso pessoal. O que eu havia deixado para trás eram meus livros, meus bichinhos de pelúcia, minhas coleções e meu monte de tranqueira de memórias.

Pausa para explicar tranqueira de memórias
Eu tenho cada carta, bil…

A distância machuca muito

É muito difícil quando vc vê quem vc ama sofrendo, e como sempre, vc não pode fazer nada. E o pior ainda, sua inutilidade é tão grande que vc não presta nem para estar próximo, pq em horas dificies a proximidade muitas vezes é a única coisa que podemos oferecer.

Eu sei e repito isto todos os dias, "A vida não é justa", mas olha, têm hora que esta injustiça é tão grande que os questionamentos e revoltas não conseguem deixar minha mente em paz.

Nos últimos meses, eu "acompanhei" duas amigas (daquelas que perderam o título de amiga e ganharam o de irmã há muito tempo) passar por dois extremos de sentimento.

Uma amiga que estava tentando engravidar, engravidou!! Felicidades, pulos e muita comemoração! Tudo por telefone e Skype, claro, pq estamos longe uma da outra. A gravidez, segredo até o barrigão aparecer. A comemoração ficou restrita à família. Alguns meses se passaram, e esta minha amiga acabou sofrendo um aborto espontâneo. Novamente, compartilhei senti…

Quase de volta...

Aos pouquinhos vou saindo do "lado negro da força". A vida não pára, então tenho que acompanhar o ritmo ou eu fico para trás, e os passos perdidos nunca vão ser recuperados...

Obrigada pelo carinho que recebi aqui e também por outros meios de comunicação. O blog trouxe muita gente legal à minha vida desde que o criei. Muito obrigada queridas amigas virtuais cujo o carinho e a preocupação vão além do relacionamento virtual, muito obrigada mesmo!

A filha da minha amiga continua no hospital, não teve melhora, e a bb passou por várias complicações, mas ela está lutando! Obrigada pelas orações e energia positiva!

Vou tentar continuar o blog de onde parou... Muitas coisas aconteceram... Escrevi alguns rascunhos, mas nunca publiquei pq não os terminei, então agora vou aproveitar e colocar os posts em dia. Gosto de registrar aqui pq tenho o blog meio como diarinho, pq quero poder um dia mostrar para os Pandas o que aconteceu na minha vida que me fizeram virar o que sou…

...

2013 chegou, e foi tudo tão rápido que meu pensamento ainda está em 2012!

Estou super ausente do blog, e para ser mais do que sincera, um pouco desanimada... Vai passar, eu sei! Estou naquele limbo pós viagem ao Brasil, onde o coração está super apertado por ter se despedido da família e dos amigos que amo, mais uma vez. Acho que a tristeza é um pouco maior pq nos 11 dias que fiquei no Brasil não consegui fazer um terço do que queria e não ví um quinto de quem gostaria de ter reencontrado.

Muitas coisas aconteceram... Após 12 horas de avião meu joelho travou, fiquei sem andar alguns dias... E para fechar com chave de ouro, peguei uma gripe braba, com direito a febre alta e dor em todas as partes imagináveis do corpo. Tentei aproveitar a família o quanto deu, e fiquei cercada deles todos os dias em que estive no Brasil. Pude abraçar e apertar meu novo sobrinho. Meu sobrinho mais velho dormiu comigo todos os dias, segurando a minha mão e a do marido. Até na hora do banho e…