Wednesday, January 16, 2013

Finalmente terminei a mudança

Quero, novamente, agradecer o carinho de vcs!! A vida segue, né?! Minhas amigas estão caminhando como podem, e eu vou amparando como posso!

Obrigada pelo amparo que vcs me deram!! Vcs são sempre umas queridas! Não vou responder em cada comentário. Sinceramente, no momento, os comentários trazem a lembrança dolorida. No entanto, quero dizer que li cada palavra aqui, no FB e no email, e vcs são todas muito muito queridas mesmo!

De volta a programação...


Desde que fiquei noiva em 2010, cada vez que vou ao Brasil eu trago um pouquinho do que havia deixado para trás.

Eu nunca fui de acumular muita roupa, ou calçados ou qqr coisa que a grande maioria das mulher acumulam rsrsrs Neste quesito, quando minha permanência ainda era temporária, eu já havia trazido tudo que era de uso pessoal. O que eu havia deixado para trás eram meus livros, meus bichinhos de pelúcia, minhas coleções e meu monte de tranqueira de memórias.

Pausa para explicar tranqueira de memórias
Eu tenho cada carta, bilhete, presente, mensagem em capa de caderno... Enfim, tudo que me foi dado ou que eu escrevi desde da minha época de pirralha até agora. Não adianta, são minhas memórias em objetos... vira e mexe volto nelas, e me divirto horrores em ler e ver coisas de quando era criança.

De volta ao  post rsrsrs
Alguns bichinhos de pelúcia e algumas coleções completas, meu sobrinho tomou conta rsrsrs O menino tem as mesmas manias da tia! Pergunta se esta tia não fica toda orgulhosa?! hahaha

Bom, cada ano trazendo um pouquinho +  meu sobrinho se apossando dos meus itens rsrs este ano finalmente eu terminei de retirar da casa dos meus pais tudo que é meu (deixei todos os meus DVDs, eles n vao funcionar aqui mesmo).

Foi uma sensação muito estranha ver meu quarto vazio daquilo que era meu. Se a sensação foi estranha para mim, não consigo imaginar como foi para os meus pais. Talvez isto tenha influenciado um pouco na minha depressão pós Brasil, pq senti que este ano foi mto mais difícil o retorno do que nos anos anteriores :(.

Marido está enlouquecido com a quantidade de livros no escritório hahaha Ele disse que em 3 anos eu tomei conta do único espaço da casa que ele considerava dele rsrsrs Ele disse que este ano não vai ter mais desculpas, eu vou ter que aceitar o bendito e-Reader de presente eu queira ou não hahahaha Ele se nega a comprar mais livros (ele mensalmente me dá um livro de presente de aniversário de casamento - antes de casar era de aniversário de namoro) rsrsrs Não adianta, eu gosto de segurar o livro, gosto do cheiro do livro, gosto da memória que cada livro me traz quando toco neles... Não consigo ficar moderna neste sentido, mas este é assunto para outro post rsrsrs

Sou doida, eu sei :)

3 comments:

  1. Voce nao e doida nao, me junto ao grupo das pessoas que preferem livros de verdade ao tal dos kindle...rs. Eu nao trouxe muita roupa, nem sapato nem artigos femininos, deixei para comprar tudo por aqui mas meus livros esses vierem comigo...rs. Eu tenho um serio de problema de falta de espaco aqui em casa entao sente o drama por dois maniacos por livro num lugar sem espaco...rs. Eu acho que entendo sua sensacao em olhar seu quarto vazio, as vezes eu vejo o meu pelo skype quando to falando com minha mae e fica uma sensacao estranha de um vazio tao grande, nao sei nem explicar, no dia que deram meu antigo guarda-roupa eu comecei a chorar e nem sei porque, coisa boba ne..vai entender...rs.
    Beijinhos

    ReplyDelete
  2. Aline que bom que você conseguiu domar a mudança! E não tem jeito, se essas recordações te fazem sentir bem, vão te acompanhar por sempre! Super clichê mas tenho que dizer: O mais importante mesmo é ser feliz! :-) Beijos!

    ReplyDelete
  3. Eu ainda tenho meu quarto na casa da minha mãe, me trazem tantas lembranças aquele cantinho...Não quero nem pensar na hora de ve-lo vazio!!
    Bjoss

    ReplyDelete