Wednesday, February 8, 2012

Vivendo na incerteza

A minha vida inteira morei no mesmo lugar, exatamente na mesma casa, com o mesmos vizinhos! Estudei em 3 diferentes escolas na minha vida: a fase de alfabetização em um lugar, do primário até o ensimo médio em outro, e a faculdade em outro .

Meus amigos sempre foram os mesmos, minhas madrinhas de casamento foram amigas que conheço desde os 6 anos de idade. Tudo isso é para falar que sou uma pessoa de hábitos rotineiros, por isso minha mudança para o USA foi uma surpresa geral, inclusive para mim.

Demorei para decidir fazer uma especialização fora do Brasil, pq nunca havia ficado tanto tempo longe dos meus pais, mas estava determinada a investir na minha carreira. Esta decisão mudou toda a minha vida!

Fui para Cleveland, lá fiquei por conta do trabalho, conheci o marido, e a minha vida que era para ser temporária no USA (pois queria voltar para minha rotina Brasileira) se tornou mais "definitiva".

Pessoa de hábitos que sou, me lasquei e deixei meu coração se envolver com um estudante de medicina hahaha onde fui amarrar meu burrinho?!

O relacionamento com um estudante de medicina te leva à algumas situções difíceis, no meu caso, as diversas vezes em que mudar de cidade se faz necessário é uma delas. Saí de Cleveland por conta do residência médica, e agora estou na incerteza de onde vamos acabar novamente :(

Marido está prestes a terminar a residência, e vamos entrar na fase da especialização. Por conta disso, em Novembro, vamos descobrir se ficamos em Ann Arbor ou se precisamos empacotar tudo e começar a vida em um novo lugar. Nunca fui de querer ficar fazendo um monte de planos, mas a verdade é que a incerteza de se continuaremos na minha querida Ann Arbor, ou se nos mudaremos (sabe se lá para onde), está me incomodando cada dia mais...
 
Enquanto isso, marido fica aqui, na maior calma do mundo! Juro que nem é o fato de ter que abrir mão do meu emprego (esta parte pesa um pouco, mas não estou abalada com isso), o que me incomoda mais é a incerteza de onde vamos acabar; é o fato de pensar que vou ter que abrir mão da vida que construí aqui. E sabe o que me incomoda ainda mais? É que eu sabia que seria assim, mas estou me deixando afetar com a possível mudança. 

Como sou esperta, né? rsrs

18 comments:

  1. Aline querida, mudanças sempre são meio assustadoras, mas isso é normal! Um exemplo meu é que tinha um emprego e que amava, mas depois de um trmpo fiquei de saco cheio, procurei outro e encontrei, e quando finalmente assinei tudo para começar em outro lugar, eu fiquei desesperada com medo da mudança, mas no final foi ótimo, e eu fiquei tão feliz de ter tido coragem de mudar, pq deu tudo certo. Sei que isso não é mais coisa que vc está passando, mas tenho certezase vcs tiverem mesmo que mudar, pra onde quer que vcs , vai dar tudo certo! =) Beijo!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Tacia, florzinha, mto obrigada pela força. No geral, eu n tenho medo de mudar, mas esta coisa de mudar de casa me incomoda, sei lá pq rsrsrs Bjusss

      Delete
  2. Oi Aline, essas coisas podem te incomodar, mas veja pelo lado bom! Quantas pessoas queriam estar no teu lugar?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Fanny, verdade, acredito q há pessoas que gsotariam de estar vivendo este impasse, mas ainda assim é algo que me incomoda :)Bjusss

      Delete
  3. OI Aline!
    Assim como você, não gosto muito de mudanças! Mas a vida sempre prega umas surpresas na gente, talvez para que possamos crescer e aprender mais sobre nós mesmos. Tenho certeza de que vocês irão encontrar um lugar ótimo para morar, conhecer mais pessoas... quem sabe você não vem pras bandas da Califórnia?!
    Desejo tudo de bom e não se estresse muito com este assunto, no final tudo irá dar certo!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Paulistana, sta coisa de ficar mudando mto n é minha praia rsrs Vc está certa, realmente tudo que aconteceu comigo até hoje só me ajudaram a amadurecer, mas esta coisa da incerteza total é q está me incomodando rsrs Muito obrigada pela força! Bjusss

      Delete
  4. Vem pro sul de Boston, Aline!!!! Aqui é bom e a gente se conhece! hehe
    Sei como vc se sente.
    Te desejo tudo de bom, viu? Muita força pq AMOR vc tem!

    Beijo!

    ReplyDelete
    Replies
    1. hahaha Rebeca, no momento, tudo é uam possibilidade rsrsrs Vamos ver onde vou acabar!! Mto obrigada, flor!! Bjusss

      Delete
  5. Nossa Aline, te entendo!!! Pois quando conheci Bryan e depois mudei pro Arizona pra morar com ele, senti a mesma coisa em deixar Boston, onde eu jah tinha me habituado a morar, ja tinha me apaixonado pelo lugar, jah tinha feito amigos... mas ao mesmo tempo eu fiquei super empolgada porque estaria indo para um lugar diferente, conhecer lugares e pessoas novas, e pra uma pessoa como eu que sonhava em morar um ano em cada lugar (poderia ser cidade diferente, Estado diferente ou Pais), a aventura de mudar pro Arizona jah estava valendo a pena. Mas acabou que fiquei lah por muito tempo. Nao gostei no comeco, depois aprendi a gostar, e depois enjoei, haha. Acabamos vindo pra Farmington, fiquei super empolgada de novo jah que seria outra cidade em outro Estado,tudo diferente novamente. Mas eu odeio Farmington, e sempre me pego pensando em Boston de novo. Mas eu topo ir morar em qualquer outro lugar. Digo ao Bryan que eu sou do mundo. Eu gosto de mudancas. Mas se eu tiver que ter uma rotina, e morar num unico lugar a vida inteira, esse lugar sera sempre Boston (ou alguma cidade na regiao de Boston), sem duvida. Ateh eu to curiosa pra saber onde voce vai parar hehe :) Boa sorte. Vou torcer pra ser um lugar super legal pra transicao nao ser tao "dolorida". Beijossss

    ReplyDelete
    Replies
    1. Nani, eu sempre gostei de viajar e conhecer coisas novas, mas gosto desta coisa de poder voltar para o conhecido, eu meio q crio raízes rsrsrs Assim q souber qual será meu destino, eu te aviso :) Mto obrigada pela força!! Bjusss

      Delete
  6. Sei que não é fácil nos mudarmos sempre, mas pense que o mais importante está sempre com vc...o seu amor!!!
    Adorei seu blog, vou passar mais vezes por aqui.
    beijão

    ReplyDelete
    Replies
    1. Bia, bem vinda ao Blog!!! Verdade, o mais importante me acompanha aonde for!! Mto obrigada pela forca, e fique a vontade no blog!! Bjusss

      Delete
  7. Aline o que voce sente e super normal, a mudanca, o tudo novo, a sensacao de recomecar. Por mais que a gente saiba que pode acontecer, da medo, assusta. Mas vou torcer pra acontecer o que for melhor pra voces.
    Beijinhos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Monique, obrigada flor!! Ser humano eh um bicho estranho ne?! rsrs Bjusss

      Delete
  8. Já eu cresci em diferentes lugares e não faço a menor ideia de onde foram parar meus amigos de infância, adolescência, faculdade. Por isso mudar é algo normal na minha vida. Mas te entendo. Olha, so vou te dizer uma coisa bem egoísta: não muda nãããão, fica aqui perto da gente. rs... O K. realmente ama o que faz, mas com certeza ama você mais ainda. Quando chegar a hora de decidirem, coloquem no papel a relevância disso e daqui na vida de cada um e os lugares para onde seria possível ele fazer a especialização e que ao mesmo tempo abranja o que vocês dois gostam. Algo terá de ser sacrificado e sei que pra você essa é a parte mais difícil. Ann Arbor é uma delícia, quem quer sair daqui, né? De repente dá pra vocês ficarem. Meus dedinhos estão cruzados para isso. :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eli, imagina eu qro ficar aqui e ver o Oliver crescer, e qm sabe nossos filhos ddesbravam esta Ann Arbor juntos?? rsrsrs Eu e o K. estamos conversando muito, o unico problema e' q a decisao final n esta na maos dele :( Mas vamos ver o q vai acontecer, eu tenot ficar positiva rsrs! Bjusss

      Delete
  9. Aline, adoro uma incerteza, dá um friozinho delicioso na barriga. Eu estudo para concurso de diplomata, quer vida mais incerta do que essa??? ehehehehehe

    É preciso paciência, até as coisas se desenrolem ao seu tempo. Mas o seu marido já sabe quais são as opções de lugares, pelo menos??

    ReplyDelete
  10. Eu super te entendo... Que essa incerteza acabe logo ;)

    ReplyDelete