Monday, October 15, 2012

Marido e as aulas de Português


Marido começou a ter aulas de Português :) Não é assim nenhum curso para torná-lo fluente.

É um curso para inciciantes, para ajudá-lo a se familiarizar com a língua. A idéia é que eu consiga sair de casa e deixar ele se "comunicando" com os meus pais. É super cansativo ficar posando de intérprete o tempo todo. Tem também meu sobrinho, que é doido para tentar entender o que o marido fala! Espero que a próxima viagem ao Brasil seja mais produtiva em termos de comunicação!

Ele tem apenas uma aula por semana, e o curso durará 10 semanas, com aulas de 2 horas. Marido está gostando das aulas, e volta para casa sempre empolgado com as novas palavras. Espero que dure rsrsrs

Enfim, quero falar sobre as conversas pós aula:

1. Primeiro dia de aula

M- Babes, a professora fala algumas palavras diferente de vc...

A- Como assim?

M- Por exemplo, quando ela fala "este", ela fala e"ssss"te.

A- Sua Professora é carioca??

M- Como vc sabe?!


2. Ajudando ele nos exercícios de greetings

M- Boa tarde, Aline. Como vai?

A- Babes, a gente não usa muito o "Como vai". Vc vai ouvir mais o "Tudo bem?"

M- Mas a professora está enfatizando no apenas "Como vai?"

A- Ok, mas tenha em mente que vc vai ouvir tudo bem...

M- Vc não sabe Português!! (resposta com o rosto de uma crianca de 5 anos rsrsrsrs)


3. Arriscando palavras novas comigo

M- Babes, eu tenho muiiiiiiito (ele dá uma grande ênfase no "i" rsrsrs) "dedendo de casa".

A. O quê?

M- Dedendo de casa. Homework!

A- Lição de casa?

M- Nãooooo!

A- Trabalho para casa?

M- Nãoooooooo!

A- Não faço idéia do que vc está falando.

M- Eu escrevi no meu caderno, perae que te mostro. (busca o caderno e eu leio "dever de casa")

A- Ahhhh isso é lição de casa!

M- Não a professora disse que é dever de casa.

A- Bom, em todos os meus anos de escola, eu nunca tive um professor que dissesse dever de casa, sempre foi lição de casa. Deve ser uma diferença de linguagem por conta da área onde crescemos no Brasil...

M- Estou impressionado o quanto vc já se esqueceu de Português. (Acha que virou especialista rsrsrs)


Esse meu marido me mata de rir

34 comments:

  1. Morri de rir!!! Que legal que ele está aprendendo. Acho super bacana quando marido/mulher tenta aprender a língua de origem do outro, afinal, assim dá para comunicar não só com a família, mas também dá para entender um pouco mais da cultura do outro (já namorei alguns americanos/não-brasileiros, mas sempre reclamava que a incapacidade deles de entederem Vinicius, Tom, Chico e Toquinho era um deal-breaker rsrsrsrs)
    PS - Pode falar pro marido que eu sempre tive DEVER de casa, nunca tive lição de casa...(vai ver que é coisa do Rio mesmo...eu usava "uniforme," meu marido, em São Luis do Maranhão, usava "farda." No Rio os homens usam "sunga," em SL, eles usam "biquini"...vá entender...)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Helen, eu admito que foi por livre e forçada vontade que ele se matriculou rsrsrs Ele até sente a vontade de aprender, mas falta a determinação!! Então eu teno criar o fator "vc não tem escolha" rsrsrs Eu quase sempre me relacionei com japonês, e digamos que a grande maioria não é assim tão ligado a artes rsrsrs Bjss

      Delete
  2. hahahahahahahahahahahahahahahhahahaha

    Muito engraçado!

    ReplyDelete
  3. Poxa que legal ele fazendo aulas de Portugues, tomara que na proxima viagem de voces ele consiga colocar em pratica as palavras que ele ta aprendendo. Quando ia pra escola no RJ eu tinha dever de casa tambem, mas vai ver que a professora acha licao de casa mais formal e correto, o mesmo com o como vai, o frequente por la e o tudo bem...mas vai entender essas diferencas...rs.
    Beijinhos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Monique, eu espero muito que marido melhore no português, mas admito que com o tempo passando, estou ficando meio desesperançada. Ele só estuda no dia da aula :(. Definitivamente, ele está melhor do que antes, mas não tanto quanto eu gostaria :( Bjss

      Delete
  4. Ai que legal, Aline!! Olha, ele se dedicou e procurou uma escola, super cool!! Eu continuo com as aulas com o meu aluno aqui.
    Só de eles conseguirem se comunicar um pouco sem a nossa ajuda, já está ótimo, né?
    Boa sorte pro seu marido! =) Beijo!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Tacinha, foi ele não, fui eu quem fui atrás de tudo hahahahahaha Ele ficou sem escolha! Me inspirei em vc e no seu esposo rsrs Mas como não ia dar certo, de jeito maneira, eu tentar ensinar ele, parti para terceiros rsrsrs Mto obrigada, flor! Espero que eu consiga largar a profissão de intérprete rsrsrs Bjsss

      Delete
  5. Morri de rir, tb, mas pq passo por situaçéoes semelhantes... meu marido ainda não começou curso de português, mas há 4 anos está com o método assimil. Volta e meia ele me vem com uma pergunta:
    - o que é cartório?
    detalhe: ele nem sabe direito dizer "tudo bem" e quer saber o que é cartório? Respondo que essa palavra não é importante e que é melhor que ele se concentre em outras que de fato vai usar.
    E ele me sai com essa
    - você não sabe o que é cartório???
    (mas pq diabos colocaram cartório no livro de português???)

    ReplyDelete
    Replies
    1. hahaha Milena, pq raios cartório?! rsrsrs Meu marido está melhorando com estas aulas, mas gostaria que ele fosse mais aplicado. Nós temos o Rosetta Stone, mas ele usou umas duas aulas rsrsr Espero que ele se sinta estimulado à usar mais o Rosetta após estas aulas. Bjss

      Delete
  6. Aline, meu marido sempre fala que vai aprender português, mas fica só na promessa...rs... Minha família viria nos visitar no final deste ano, mas por conta de várias coisas a viagem ficará para o ano que vem. Segundo marido, isso seria um incentivo para ele aprender português ainda esse ano, agora ele vai adiar o aprendizado até que alguém do Brasil venha pra cá, kkk. A preguiça parou e ficou, rs... se bem que ele sabe algumas frases soltas, mas que são insuficientes para firmar um diálogo.
    Ah, e eu sempre tive lição de casa, nunca dever de casa...rs... Bjs

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sandra, pois é, meu marido também prometeu por 4 anos,e nada. Insipirada pela Tacia, fui atrás de um curso e o matriculei hahahaha Aproveitei que era um mês com horários mais regulares para ele, e matriculei. Ele ficou sem escolha rsrsrs Vamos ver se quando o ciclo de aulas acabar, ele se inspira para manter o aprendizado!! Estou com os dedos cruzados! Bjss

      Delete
  7. Li como vc anda me divertindo ultimamente!!!!

    Adorei a ideia do Yu fazer aulas de português, mto fofo da parte dele!!!

    To com saudades!
    Assim que eu desafogar vou te mandar um email(gigante provavelmente!)

    Bjss

    ReplyDelete
  8. Que legal Aline!!!
    Conheco muitas meninas que os maridos nao tem o menor interesse em aprender o portugues! Muito bacana que o seu marido esta se esforcando dessa maneira!
    O meu marido e latino, entao do espanhol para o portugues foi mais facil... alem de que quando nos conhecemos ele ja tinha amigos brasileiros e se arriscava bem no portugues!
    Hoje ele ja fala quase que perfeito mas com um bom sotaque! hehe
    Bjsssss

    ReplyDelete
    Replies
    1. Nina, eu diria que meu marido é interessado, mas nem um pouco determinado rsrsrs Ele poderia estar com o inglês muito melhor se desde da época que namorávamos ele tivesse alguma iniciativa :( Que ótimo que seu marido consegue falar bem, deve ser um alívio quando vc se reúne com a família!! Bjss

      Delete
  9. Adorei seu post!!! Meu marido fez aulas por um ano e so conseguiu aprender a ser educado em portugues. Agora temos o metodo de uma frase com verbo e substantivo novo por dia. Colamos na geladeira de manha e ele repete. O bom e que porc conta disso, ele acaba aprendendo ate mais palavras.. por exemplo, como esse fds estavamos na praia, a frase de segunda foi "vamos deitar na areia da praia". Com isso ele ainda aprendeu "vamos deitar na cama', "vamos deitar na grama etc... sei la se e um bom metodo, mas esta fazendo ele guardar umas coisinhas novas...
    O problema dele e o sotaque... ele fala as coisas direitinho, eu entendo porque estou acostumada, mas meus pais continuam nao fazendo ideia do que ele disse. Ontem ele atendeu o telefone e falou pro meu pai" fernanda foi fazer compras". Assim mesmo, direitinho e meu pai nao entendeu nada... Tadinho, ele fica super triste e isso desmotiva um pouco.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Que bacana o método de vcs!! Eu admito que seria muito chata, então para a saúde do nosso relacionamento, marido e eu sempre deixamos terceiros nos ensinar as coisas hahahaha Pois é, o sotaque dificulta um pouco, por isso que sou meio chatinha com o marido quando ele fala algo com o sotaque muito forte. Sempre pego no pé explicando que as pessoas não vão entender. Boa sorte para vcs, e não deixa ele ficar desmotivado não, é assim mesmo, pelo menos ele está aprendendo e com o tempo vai conseguir se expressar com um sotaque menos carregado. Bjsss

      Delete
  10. Morri de rir com o comentário do seu marido: você não sabe português hahaha.
    Espero que ele continue se empenhando nos estudos, e que você continue "aprendendo" português com ele :-)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eliana, pois é, ele já está se achando rsrsrsrs Imagina o dia que ele conseguir falar uma sentença inteira?! Estou perdida rsrsrs Bjsss e mto obrigada!

      Delete
  11. "Você não sabe português" kkkkkkkkkk! Ai, numguento!!! Super cute vcs dois! Que bom que ele está todo empolgado para praticar e está tendo aulas.Eu ainda estou devagar quase parando com o grings,rs

    Lindo demais vcs dois!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Gisley, mto obrigada!! Pois é, o bichinho está se achando rsrsrs Eu também espero que a empolgação continue, ou vou ter que forçar a barra rsrsrs Bjsss

      Delete
  12. Aline tive que rir! Você não sabe português! LOL E lá no Rio pelo menos nas escolas onde eu estudei era dever de casa mesmo... lol
    Super legal essa idéia dele aprender português porque realmente enche a paciência ser intérprete o dia todo! LOL Bjs!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Flor, esse meu marido está se achando rsrsrs Eu detesto ficar de intérprete, e tenho certeza que é ruim para ele também ficar nesta de eu ter que dizer tudo que está acontecendo. E frustração de todos os lados!! Espero que isto melhore :) Bjss

      Delete
  13. Oi, cai aqui atraves do blog da Rebeca (Move Over).
    Gostei do post, primeiro porque é engracado ele dizer que tu nao sabe portugues rs e segundo por ser carioca entendi de primera o "dever de casa" . Nós so usamos isso por lá!!!

    Beijao!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oie Liza, com marido com a professora carioca, eu tenho aprendido várias diferenças :) Bjss

      Delete
  14. Aline,

    É uma graça, começam a aprender português e já acham que sabem mais que a gente. rsrs
    Há uns anos atrás, meu esposo comprou um curso completo de inglês. Temos o livro, mas confesso que não tenho toda uma paciência de ensinar. Quem sabe consiga encontrar um curso aqui pela cidade.
    Ah, também aprendi como "Dever de casa" e geralmente, também uso "como vai". Lá na Bahia, a gente também diz farda ao invés de uniforme. Rsrs é bem interessante as diferenças regionais nos sotaques e pronúncia de certas palavras. rs
    Sucesso aí com seu amado e aprendiz :)

    Abraço

    ReplyDelete
    Replies
    1. Beth, ele está todo se achando rsrsrsrs Nós temos o Rosetta Stone, e para dizer que ele nunca tocou, ele usou umas duas vezes... Sinceramente, eu e ele somos dois preguiçosos para eu ensiná-lo em casa, então foi bom eu ter achado um curso :) Eu adoro estas diferenças, me divirto horrores! Até dentro do mesmo estado, há palavras diferentes para as coisas :) Mto obrigada pelo estímulo! Bjuss

      Delete
  15. Aline o loves tbm fez aulas de portugues pelos mesmos motivos que vc citou, comunicação com a família etc, era super engraçado pois além da professora ser portuguesa e o sotaque ser totalmente diferente ele ficava brigando comigo pois eu vivia comendo palavras qdo falava.
    No dia a dia a forma mais normal falar tá ao invés de está, eli ao invés de ele e loves ficava doido com essas coisas rsrs.
    Continue firme ensinando ele que daqui a pouco ele está craque!
    Um bjãoo

    ReplyDelete
    Replies
    1. Re, eu sempre fui mais chatinha na forma de falar. Lá em casa meu pai sempre pegou no nosso pé para não falarmos de forma coloquial, lógico que ás vezes escapa, mas no geral, sempre falamos direitinho. Uma das coisas que o marido fica doidinho é com o sotaque. Por exemplo, as palavras que terminam com te, que em SP falamos mais como ti rsrsrs Bjsss

      Delete
  16. Saudades daqui ;)

    Que fofo! Tô adorando as conversas pós aulas. Divide mais aqui com a gente conforme as aulas forem acontecendo :) Daqui há pouco ele vai estar falando, você vai ver! O meu marido fala & entende mais português do que deveria, hehe! Ele tem o espanhol como segunda língua que ajuda bastante! E mesmo com o fato dele ter tido aulas de português antes mesmo da gente se conhecer, o aprendizado é algo que acontece para sempre aqui dentro de casa. Sinônimos e regionalidades são interessantes mesmo! E o meu marido precisa mesmo é de um intensivo de português com uma linguagem/gírias/termos mais masculinos porque como ele só me ouve falar a tendência é usar o diminutivo para tudo: bonitinho, fofinho, queridinho, engraçadinho, etc... hahahaha! Fica engraçado!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Barbarella, eu vou publicar mais sim, pq eu me acabo de rir com as palhaçadas e quero dividir rsrsrs Eu adoraria que o marido falasse espanhol, ia ajudar tanto! mas a segunda língua dele (que tecnicamente é a primeira pq ele foi alfabetizado lá) é o japonês, então imagina a salada que o português é para ele?! Morri de rir com o seu marido e o diminutivo! Meu marido disse que a professora falou que não era para ele usar o "inho/a" pq iam achar ele gay! Achei tão exagerado, e agora ele não quer falar nada no diminutivo!! O esposo de uma amiga, mistura o português no diminutivo e o inglês, eu acho super fofo rsrs Ele chama minha cachorra de dogzinha hahahaha!! Bjss

      Delete
  17. kkkkkk
    kkkkkkkk
    ah o meu alemao por aqui tambem da umas dessas de vez em quando...
    ele foi numa churrascaria no Brasil e disse que queria Paydar a conta... kkkk

    bjsss

    ReplyDelete
    Replies
    1. hahahahahahahahaha Débora, me acabei com o paydar a conta hahahahaha Bjsss

      Delete
  18. olha, eu nunca, mas nunquinha ouvi, li ou escrevi " liçao de casa"! Assim como as meninas disseram aí em cima, eu jamais usei "farda" na escola.

    ReplyDelete