Wednesday, August 15, 2012

Sempre devemos pesquisar...

O assunto de certa forma é velho, mas como continuo vendo alguns conhecidos no facebook usando este argumento, eu resolvi publicar alguns fatos relacionados a este tópico aqui no blog também.

O assunto?! O aborto de uma gestação de um bebê anencéfalo. Minha intenção aqui não é discutir quem é a favor ou não, ou os motivos de cada um para a opinião pessoal. O que quero colocar aqui é um fato que vi muita gente usando no fb como uma solução para se justificar levar a gravidez ao término, no entanto, faltam algumas informações nesta solução que alguns sugeriram.

Um número grande de pessoas sugerem que as mães grávidas de um bebê anencéfalo devam levar a gravidez até o final e após o nascimento, quando a criança falecer, realizar a doação de orgãos deste bebê. O grande problema é que teoricamente esta solução parece prática e louvável, mas na realidade ela é quase impossível de se praticar (tentei achar on line casos de sucesso e não encontrei nenhum).

Acredito que todos saibam que para uma pessoa se tornar um doador de orgão viável, precisa-se declarar que o paciente sofreu morte cerebral, ou seja, o cerébro daquela pessoa morreu, mas os outros orgãos continuam viáveis. O grande problema é que estes orgãos não vão continuar viáveis por muito tempo, e por este motivo a decisão sobre a doação de orgãos deve ser feita dentro de um período específico. O que acontece é que após o nosso cérebro "desligar", um a um os outros orgãos vão se desligando.

Agora levando esta aplicação técnica para casos de bebês anencéfalo: O termo anencéfalo é o termo comum utilizado para bebês que sofrem de uma anomalia cerebral incompatível com a vida. De forma não técnica, o anencefalia pode ser caracterizada em outros grupos como a anencefalia completa, onde o bebê não tem o cérebro e o tronco cerebral, e com isso nenhum outro orgão vital funciona. Nestes casos, muitas mães sofrem aborto espontâneo, e em alguns casos elas vão até o final da gestação mas têm o parto de um natimorto. Existe também a anencefalia onde o bebê tem o tronco cerebral formado, e nestes casos grande parte dos outros orgãos vitais continuam funcionando. São estes os casos em que o bebê anencéfalo tem uma maior expectativa de "vida".

Vamos aos problemas técnicos. Um bebê anencéfalo não tem cérebro, logo, não pode ser declarado uma morte cerebral. Qual a implicação disto?! São necessários critérios diferentes para este bebê ser considerado morto, e até estes critérios serem aplicados os orgãos vão aos poucos se desligando.

Então a realidade é que se vc doar os orgãos de um bebê anencéfalo logo após o seu nascimento, vc na verdade estará assassinando o bebê. Sei que o termo assassinato é bastante forte, mas é que a minha idéia é usar o mesmo impacto que se usa quando se fala do aborto e se diz que vc está assassinando o bebê.

Como coloquei para algumas pessoas no facebook: Não se pode chamar o aborto de assassinato e achar que é ok fazer a doação de orgãos sem considerar este ato também um assassinato.

Defender uma causa tudo bem, mas ser coerente e ter o conhecimento do que vc esta defendendo e sugerindo é muito importante!

Como comentei no começo, a idéia neste post não é expressar minha opinão, ou discutir direitos e deveres ou qualquer coisa deste tipo que também implicam na decisão do aborto de um anencéfalo ou não, a idéia é expor um fato, e o fato é que usar a teoria da doação de orgãos não dá nenhum suporte para que alguém seja contra o aborto de bebês anencéfalos.

10 comments:

  1. Nossa, nunca tinha pensado nesse assunto sobre esse ponto de vista. Particularmente, eu sou a favor do aborto (como diriam os americanos, "pro-choice") e no caso de anencéfalos em particular, fiquei aliviada quando o STF decidiu que não é mais crime abortar um feto anencéfalo. Não tinha escutado esse argumento ainda (sobre a doação de orgãos) mas achei interessante o argumento que você apresentou. Realmente, é uma inconsistência de raciocínio, (sem falar que deve ser uma dor indescritível para os pais, durante a gravidez, o parto, e depois, sabendo que eles têm que "shut down the machines" da própria criança...) Nossa, não gosto nem de pensar em como deve ser uma dor horrorosa!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Helen, infelizmente tem um número razoável de pessoas que usam esta teoria como escudo para julgar quem opta por aborto, e isto me deixa bem revoltada!! Também sou pro-choice, e acho que é um alívio pensar que hoje no Brasil as mulheres em uma situação tão delicada como esta tem o direito de escolha!!! Bjuss

      Delete
  2. Interessante este post Aline. Realmente, tem muita gente que defende algo hoje em dia que nao tem a minima ideia nem do que esta falando.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Nani, o que me deixa mais estressada é o fato de defender sem ser coerente e julgando!! É triste o quanto as pessoas preferem não ter o conhecimento!! Bjuss

      Delete
  3. Eu ia comentar justamente o que vai de encontro ao comentário da Helen... A decisão de se levar uma gravidez dessas até o final é muito difícil , principalmente quando se pensa na questão e pressão reliogiosa que gira em torno dessa questão. Mas como não pensar no sofrimento psíquico de uma mãe e um pai numa situação dessas? Como carregar um feto por 9 meses sabendo que não poderá ter nenhuma expectativa em relação a ele... Não considero "pecado" o aborto nestas circunstâncias. Enfim, esse é um tema muito complexo e sim, é necessário ser coerente e ter conhecimento de qq causa antes de defendê-la. Muito esclarecedor este post!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sandra, penso como vc, como ignorar todos os fatores que uma família em uma situação como essa estão passando? Eu acho que o direito de escolha deva vir acima de qqr fundamento religioso, e acho que o governo nos dar a possibilidade de escolha é uma grande vitória, para todos os lados, religioso ou não!!! Eu tive grandes argumentos no fb com conhecidos por conta deste tema. Me acusaram até de estar em uma empreitada contra os bebês anencéfalos, mas a única coisa que cobrava das pessoas era a coerência e antes de julgar e apontar dedo, se colocar na posição da outra pessoa e saber do que se está falando!! Bjuss

      Delete
  4. Nossa, Aline. Nem consigo imaginar como deve ser triste para os pais que descobrem esse problema com o bebê na gravidez. Adorei como vc expôs essa situação sem dar uma opinião, vc esclareceu claramente e conseguiu deixar sua opiniao de lado, em influenciar, parabéns. Eu confesso que nunca tinha pensado dessa forma, e talvez se um dia abrisse a boca sobre esse assunto, poderia ser uma dessas pessoas...haha, por falta de conhecimento mesmo. Seu post ficou muito bom. Beijo!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Tacinha, mto obrigada!! Fico feliz de ter conseguido escrever sem influenciar o texto com a minha opinião pessoal!! Sou a favor de cada um defender a sua causa, mas se vamos usar um fato, é melhor ter certeza do fato rsrs Fico feliz que o texto te possibilitou uma nova perspectiva!! Bjuss

      Delete
  5. Oi querida! Voltei das minhas ferias...
    Olha, eu também fui ver essa coisa de doação de órgãos e não vi quase nenhum caso que deu certo, teve um casal na Franca, mas la era meio como você disse, um assassinato... Quando o bebe parou de respirar os órgãos foram retirados.. eu acho algo BEM complicado!
    Minha posição eh muito clara... tento cérebro, não tendo cérebro, tendo só um pouquinho de cérebro... eu não faria um aborto e pronto... Eh isso...

    ReplyDelete
    Replies
    1. Luana, Welcome Back!! Espero que vc tenha aproveitado e descansado bastantão nas suas férias :) Pois é, a doação de orgãos de anencéfalos é super complexa!! Eu acho que é bem o que vc falou, a sua posição é de que vc não faria um aborto e pronto!! Sinceramente, eu não sei qual caminho seguiria. Mto provavelmente não abortaria, mas gosto de saber que esta é uma escolha minha, e não da sociedade ou de qualquer outra coisa. Acho injusto as pessoas que dizem que os pais que optam por aborto de um anencéfalo estão recorrendo ao caminho mais fácil... Como assim o caminho mais fácil é escolher abortar um ser que muito provavelmente aquele casal sonhou e desejou? Acho que só quem passa por uma situação como essa sabe como é, o resto é tudo espectador com opinião muitas vezes bem preconceituosas!! Gosto de saber que o Brasil de certa forma esta cumprindo a idéia de uma sociedade laica!! Bjuss

      Delete