Friday, May 24, 2013

Neste momento, eu tenho um milhão de coisas que deveria estar fazendo. Escrever aqui não é uma delas. Tenho trocentos trabalhos para entregar, e mais alguns artigos de trabalho para revisar, mas não rola.

Já abri e fechei esta página 400 vezes... quero colocar para fora e ao mesmo tempo me irrita o precisar colocar para fora. Escrevo pq quero colocar para fora esta raiva, esta dor, esta angústia, e infelicidade de estar aqui, enquanto toda minha família está no hospital assistindo minha avó morrer...O médico fez a ligação, pediu para todos estarem lá, e eles estão, exceto eu.

Queria poder estar com meu pai. Queria poder dividir tantas das responsabilidades que ele sempre avocou nesta família, e que eu sempre tento dividir com ele. Queria estar lá, por ele. Não queria me sentir tão inútil. Qualquer palavra de conforto não conforta.

Minha avó viveu, e viveu mto bem!! Ela está seguindo o curso (teoricamente) natural da vida. Teoricamente pq um sistema de saúde deficiente está roubando-lhe alguns anos. É estranho pensar na despedida dela, mas o que mais me dói é a dor do meu pai. O que mais me dói é vê-lo assim, tentando ser forte, segurando o choro para ser a fortaleza do irmão. Dói ouvir ele manter a racionalidade e dizer para eu não ir para o Brasil. Dói, e aí eu fico assim, sem ação, sem produzir eficientemente, mas com vontade de escrever...

8 comments:

  1. Imagino o que vc sente pq já perdi um avô. Mas ainda estava no Brasil, mas minha irmã tinha acabado de viajar, pra uma viagem que ela já tinha marcado com tanta antecipação. Minha mãe resolveu não falar nada pra ela pq não dava pra fazer muita coisa. Mas no caso, meu avô já tinha morrido. Quanto a saber que tem como vc se despedir, imagino como é a dor... de ser racional e ver que não dá pra largar tudo e ao mesmo tempo, querer estar lá.

    Força.

    Kisu!

    ReplyDelete
  2. Aline, sinto muito :( É uma sensação terrível não sabermos como ajudar quem amamos nas alturas em que eles precisam de nós. Espero que em breve seu coração fique mais leve... Beijos

    ReplyDelete
  3. Aline, sinto muito pela sua dor. Nessas horas não tem palavras que ajudem a confortar esse sentimento que você descreveu.

    Que Deus ajuda a sua família (e a você também) nessa hora tão difícil, que torna qualquer um incapaz. :(

    bjo

    ReplyDelete
  4. Aline querida sinto muito por essa situacao tao triste e tao dificil. Nao tem palavras que eu posso te escrever ou te dizer que vao aliviar essa dor ou ajudar a passar por esse momento. Mas oro a Deus para te ajudar e te dar conforto, alias para toda sua familia. Fique bem.
    Beijinhos

    ReplyDelete
  5. Aline, que situação difícil! Nem consigo imaginar como seja isso... mas inevitavelmente sei que passarei por algo parecido, melhor nem pensar... espero que o seu coração se acalme. Meus sentimentos pra você e para a sua família. Fique bem. Beijos ♥ ♥ ♥ ♥

    ReplyDelete
  6. Querida Aline. Sinto muito por essa situação. Nem consigo imaginar o que vc está passando, mas peço a Deus que te dê forças para vc e sua família.
    Sinta-se abraçada por mim.

    ReplyDelete
  7. Te desejo de coração todo o conforto necessário e muita força nesta hora tão difícil da sua vida... estou por aqui... se precisar... Te cuida

    ReplyDelete
  8. Sinto muito Aline, realmente não é uma situação fácil. Desejo que você tenha muita paz nesse momento e que encontre o conforto que te for necessário. Palavras aqui não vão ajudar em nada, mas sinta-se abraçada mesmo que virtualmente por suas amigas e muita força!!

    beijo

    ReplyDelete