Tuesday, August 5, 2014

O primeiro susto

Este blog não vai virar um blog sobre gravidez, mas quem passa por aqui já faz algum tempo, percebe que este é um blog sobre tudo que vai na minha cabeça. Minhas reflexões, minhas neuroses. Como gravidez é o tópico do momento na minha cabeça rsrsrs este vai ser um assunto recorrente por aqui.

Minha gravidez foi o mais planejada possível, por isso, antes mesmo de minha menstruação atrasar, eu fiz o exame de farmácia para ver se estava grávida.
Aqui no EUA não é como no Brasil, que você pode ir em qualquer laboratório e fazer um exame de sangue. No entanto, eu trabalho em um laboratório e por isso, escondindinha, fiz um betaHCG para confirmar :-)

Eu já tinha sintomas, mas é aquele período de sintomas que podem ser facilmente confundidos com sintomas pré-menstruais. A pior parte eram as cólicas bem fortes. No começo achei que poderia ser cólica da implantação (quando o blastocisto -óvulo fecundado- se implanta na parede uterina). Depois achei que poderia ser cólica por conta do útero estar aumentando de tamanho. No entanto, a dor só piorava. Eu tinha crises no meio da noite em que acordava literalmente gritando de dor. Chorava, vomitava (não por causa do enjoo da gravidez mas sim de dor) e a frequência das crises só aumentava.

Ao completar 6 semanas, todas teorias que tentava desenvolver na minha cabeça para não encanar com gravidez ectópica (quando a implantação ocorre nas tubas uterinas) foram invalidadas. Eu ainda não havia passado pela a obstetra, estava agendado para com 9 semanas, mas resolvi ligar na clínica, porque não dava mais para continuar do jeito que estava.

Ao ligar para a clínica, revi todos os sintomas com a "nurse practicioner" (seria talvez a enfermeira com mestrado no Brasil? Não sei dizer com certeza) e ela achou que era melhor eu ir para a emergência, pois havia a possibilidade de ser uma gravidez ectópica. Lógico que desabei. Imediatamente comecei a chorar e a enfermeira, com todo o profissionalismo do mundo, tentou me passar segurança e força. Eu estava sozinha em casa e ela me perguntou se eu precisava que eles mandassem alguém para me levar ao hospital, expliquei que não, que ligaria para o meu marido.
Felizmente, marido trabalha bem perto de casa e em 15 minutos (demorou um pouco pois ele precisava passar os pacientes para outro médico) ele estava em casa para me levar para a emergência. Obviamente, ao vê-lo desabei de novo. Da minha casa até o hospital leva 7 minutos. Foi um trajeto de choro calado e palavras de consolo dele. Na emergência, eles já estavam me esperando. Eu fui direto para sala para coleta de sangue e em seguida fui para a sala do ultrasom.

A regra é que quando um técnico faz um ultrasom, ele não deve falar nada sobre o teste. O médico é quem explica todos os detalhes. Enquanto a técnica fazia o exame, eu não quis olhar a tela. Eu fixei meu olhar nos olhos do meu marido, que de super tensos transitaram para o campo do alívio quando ele viu que nosso feijãozinho estava no lugar certo. Noós dois choramos. A técnica, muito legal, explicou que não podia falar nada mas ela nos deixou ouvir o coraçãozinho. Não sei se algum dia conseguirei colocar em palavras a felicidade que foi ouvir aquelas batidas tão rápidas.

Eu ainda fiquei algumas horas internada, para receber medicamento para dor intravenoso. A explicação do médico é que a infeliz da endometriose estava causadando minhas crises. O médico acredita que eu tenho tecido do endométrio por trás do meu útero, e conforme o mesmo se movia do seu lugar original para a cavidade abdominal, ele repuxava o tecido e me causava e a dor excruciante. A teoria faz bem sentido, já que agora que meu útero está completamente na cavidade, eu sinto apenas as dores normais da gravidez. As dores incapacitantes pararam, mas todos os outros sintomas da gravidez me acompanham hehe Uma beleza rsrs

Este foi o primeiro grande susto de toda esta coisa chamada de maternidade, espero que meu corpo e pandinha não preguem muitos outros.

16 comments:

  1. Aline, fiquei mega tensa lendo o desenrolar desse post. Graças a Deus não era nada sério e vc já está bem. Nunca tinha ouvido falar de gravidez ectópica, mas uma googladinha já foi suficiente para me assustar. Que bom, que bom, que bom que foi só um susto e espero que daqui para a frente vc tenha uma gravidez bem tranquila e saudável.

    Olha, o blog é seu e vc deve escrever sobre o que quiser. Inclusive, eu adoro ler blogs de mães e acompanhar esse momento tão especial. Por favor, continue a compartilhar dessa nova fase da sua vida =D

    Beijo, linda

    ReplyDelete
    Replies
    1. Paulinha, querida, muito obrigada!! Pois é gravidez ectópica é bem assustador e sério, fiquei morrendo de medo, mas felizmente não era o meu caso!! Vou escrevendo por aqui minhas aventuras de grávida no tio Sam :-) Obrigada pelo carinho! Bjsss

      Delete
  2. Ai Aline, que post, fiquei emocionada quando você ouviu o "coraçãozinho"! Que bom que o "feijãozinho" está no lugar certo. Eu não sabia que você estava grávida, se você escreveu isso antes no blog eu perdi. Estou muito feliz por vocês, ainda mais sabendo que é uma gravidez planejada :)

    beijos!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Marcela, muito obrigada!! Olha, eu juro que não sei descrever a emoção de poder ouvir o coração do serzinho que cresce dentro da gente!! É algo simplesmente incrível!! Bjsss

      Delete
  3. Que bom que nao foi nada mais serio, eu li o post com uma certa angustia no coracao....rs. Acho tao bonito voce e seu marido passando por isso junto, o choro dos dois juntos, o alivio de saber que ta tudo bem, essa e vantagem de um dos dois ser medico, e so olhar na tela nessas horas e ter uma boa nocao de como tudo esta. Que Deus abencoe essa gravidez e que daqui pra frente so seja alegria e uma gravidez bem normal pra voces.
    Beijinhos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Monique, querida, mto obrigada!! Foi um dia bem tenso para nós dois, impressionante o medo que estávamos e que eu na verdade nem tinha me dado conta que ele compartilhava até ver o rosto de alívio dele! Felizmente está tudo em paz e por enquanto, sem mais sustos rsrs Bjsss

      Delete
  4. Que susto, Aline anida bem que essa dor horrivel passou.
    Ah e se o blog eh sobre noxs e o que estamos vivenciando no dia a dia fica impossosivel nao falar sobre gravidez, bebes….

    Fica bem viu?! Muita saude pra vcs!!!
    Beijao

    ReplyDelete
    Replies
    1. Liza, muito obrigada!! Felizmente a dor infelzi passou, ainda continuo com aquelas cólicas normais de gravidez, mas nada que me faça gritar de dor :-) Bjsss

      Delete
  5. Aline
    Imagino o seu desespero que você passou com a dor e com o susto sem saber como o bebê estava. Que bom que vocês puderam escutar o coração do bebê, e o melhor ainda saber que estava tudo bem. Espero que esta fase difícil tenha passado e que você esteja bem melhor agora. Que Deus abençoe você e seu marido e mais uma vez desejo que você tenha uma gravidez feliz e saudável.
    E divida o que estiver na sua cabecinha! Aposto que você terá muitos momentos e muitas neurores e reflexões para compartilhar conosco!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eliana, querida, muito obrigada! Estou bem melhor sim. As dores estão bem melhores e uma boa parte dos piores sintomas estão um pouco melhores! Estou na metade do caminho rsrs então ainda vai aparecer muita coisa de gravidez por aqui rsrs Bjsss

      Delete
  6. Aline,
    Que angustia menina!
    Eu passei por algo assim tambem.. Tava com uma dor do cao e fui pra emergencia. Mas ja havia veito o teste de farmacia em casa entao ja fui sabendo que estava gravida. O medico me disse que a dor que eu estava sentindo era da fixacao do baby no utero e o crescimento do mesmo! Fizemos um ultrasom tambem no mesmo dia e ouvimos o baby pela primeira vez 103bpm. No dia 5 de agosto agora a nossa medica pediu outro ultrason para saber o tamanho e ver se estava tudo ok. Nesse ganhamos fotos e mediram o tamanho de tupo para ter certeza que esta tudo ok. Voltei a escrever no meu blog e gravidez sera um tema agora recorrente por la tambem! Felicidades Mamae!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Jo, querida, bem vinda de volta ao mundo dos blogs :-) Estou super feliz pela sua gravidez!! Eu tbm já sabia que estava grávida, como comentei no post, antes de 4 semanas de gravidez eu já sabia que meu pequeno estava crescendo na barriga rsrsrs Eu sofri bastante tbm com as dores do crescimento do útero, mas esta da endometriose acabou por me deixar com bastante receio de gravidez ectópica e qndo conversei com a enfermeira para o telefone e ela achou que poderia ser tbm, acabei por desabar de medo. Felizmente n era :-) Fico super feliz de saber que vc e seu embrião estão bem tbm! Bjsss

      Delete
  7. Poxa, que notícia boa! Meus parabéns! Que venha com muita saúde!

    K!

    ReplyDelete
  8. Fazia tempo que eu não aparecia aqui, porque suas postagens tavam mais espaçadas. aí hoe voltei e encontrei essa novidade boa demais.

    Que bom que vc e seu pandinha estão bem!

    Ah, e eu adoro posts de grávidas! =)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Muito obrigada, Juliana! Pois é, o começo da gravidez foi o que mais me afastou daqui, ainda não consigo postar com a mesma frequencia, mas estou melhorando rsrsrs

      Bjssss

      Delete