Sunday, May 29, 2011

Quando brincam com o sonho alheio...

Colocando minha leitura das terras tupiniquins em dia, encontrei esta reportagem, http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI233387-15228,00-DOUTOR+HORROR+TRECHO.html.

Ela fala sobre o Dr. Roger Abdelmassih, que eu sempre chamei de médico da mídia. Toda vez que precisavam de um médico de Reprodução Assistida, era ele quem aparecia. Famoso no seu meio, e também fora dele, era o médico das celebridades e dos endinheirados, pq para ser um paciente na clínica dele, vc precisava desembolsar muito.

Em 2008 o escândalo envolvendo o Dr. veio à tona; diversas pacientes e até funcionárias o acusavam de assédio e abuso sexual. Um processo que já havia se iniciado antes de 2008, mas que havia "desaparecido" por algum tempo, até que o número de reclamações aumentou exponencialmente, foram mais de 33 mulheres denunciando, e não deu mais para jogar para baixo do tapete. O caso estourou em todos lugares, muitas pessoas passaram a dizer que era um complô, aliás esta era a defesa inicial do Dr. Roger, ele era uma vítima.

Muitos anos de lenga lenga, e ele foi finalmente condenado, 278 anos de prisão.

Nesta reportagem que coloquei o link, novas histórias estão sendo reveladas da tão conceituada clínica Abdelmassih, acredita-se que cerca de 8 mil crianças gerada na clínica, na verdade não são filhos biológicos de seus pais. O caso que eles citam na reportagem é de um casal que, mesmo sem ter nenhum problema de fertilidade, aceitou fazer com o Dr. Roger um processo de FIV (prometo em post futuros explicar cada processo) em resumo, o embrião é criado no laboratório e então implantado no útero da mãe. Já grávida, em uma das consultas com o Dr. Roger, o marido comentou que pretendia fazer um exame de DNA após o nascimento do bebê, a reação do médico assustou os pacientes, mas estes ainda voltaram mais uma vez ao consultório, e foi quando o médico deu um abortivo para a mulher. Ela tomou um dos comprimidos ainda na clínica, e o segundo deveria ser após algumas horas. Antes de tomar o segundo, ela passou mal e foi levada ao hospital, e lá foi constatado que ela havia ingerido Citotec, um abortivo bastante conhecido. Até o fim da gravides eles não retornaram mais a clínica, e quando os gêmeos nasceram, eles fizeram o DNA, constatando que o homem não era o pai biológico das crianças. Eles voltaram a clínica, pois queriam processar o médico, mas acabaram aceitando um acordo em que cada um recebeu R$300.000,00, e o Dr. Roger saiu livre para continuar suas monstruosidades.

Agora me fica a pergunta, quantas pessoas passaram pelas mãos dele e agora estão se questionando se seus filhos sao biologicamente seus filhos? A reportagem fala em 8 mil, mas qual o número real ? Quantas crianças estão, agora, passando por uma crise de identidade para que o Dr. Roger pudesse enriquecer sua porquinha? Como colquei no título do post, isto é brincar com o sonho alheio. São diversas famílias que agora devem passar por milhões de questionamentos, fora todas as mulheres que estão lidando com o trauma do abuso.

Sou muito criteriosa com meu trabalho, e me recuso sim a trabalhar com quem não tem a mesma ética do que eu. Acredito que estamos lidando com sonhos, o sonho de uma família. O investimento de um casal em uma clínica de fertilidade é enorme, tanto financeiro quanto emocional, e isto deve ser levado com toda a seriedade do mundo. Digo isso, pq o Dr. Roger não fazia tudo que ele fez na sua clínica sozinho, e me pergunto, que tipo de profissional aceita trabalhar em um ambiente tão anti-ético? Nós fazemos um juramento quando nos formamos, e estes profissionais (se é que posso chamá-los assim) o esqueceram, quanndo decidiram fazer parte desta clínica de horrores. Meus principios e minha ética não estão à venda, e mto me entristece ver pessoas que deveriam ser meus colegas, terem uma postura tão absurda.

O Dr. Roger, bom, aparentemente ele está vivendo tranquilamento no Líbano, seu país de origem. Mesmo tendo sido condenado, ele pode renovar seu passaporte e se mandou do Brasil. E adivinhem só, o Brasil não tem tratado de extadição com o Líbano, então o Dr. Monstro poderá viver sua vida tranquliamente por lá, sem ser considerado um criminoso e sem ter medo de que um dia vá para a cadeia. E esta é a nossa justiça!

11 comments:

  1. Oi Aline, há anos essa história se arrasta por aqui, é muito triste essa realidade, que depois de tudo esse safado vai ficar livre e aproveitar seu dinheiro ilicito. Brincar com o sonho alheio principalmente sobre um assunto tão delicado quanto ter filhos, é triste e muita falta de ética mesmo. Compartilho da sua revolta.
    Beijinhos

    ReplyDelete
  2. Que horror Aline! tô CHOCADA! e agora me pergunto... quem são os pais dessas 8 mil crianças geradas nessa clínica??
    Tem gente que por dinheiro faz tudo, até destruir os sonhos dos outros. Acho q o mais chocante é destruir sonhos e muito além disso, VIDAS.
    Isso é uma verdadeira monstruosidade. Meu único consolo é, a nossa justiça falha, mas a de Deus não. Eu realmente creio q um dia o criador da vida irá julgá-lo, e disso ele não escapa.

    ReplyDelete
  3. Aline, isto é inadimissível. Não dá para acreditar que depois de tantos erros e de tanta violência um médico desses pode ficar a solta, vivendo em uma tremenda tranquilidade como se não tivesse acontecido nada. Imagina o desespero de inúmeras famílias que passaram nas mãos desse médico e inúmeras mulheres que sofrem psicologicamente hoje, devido a esta criatura. O Brasil não tem justiça e por isto existem muitos médicos anti éticos e criminosos como este ainda trabalhando em suas clínicas enrriquecendo com o sofrimento dos outros. Triste demais, horrível, sem mais palavras. Beijos

    ReplyDelete
  4. é tanta injustiça e tanta falta de ética...que ficamos até sem saber o que falar, e o pior o que fazer pra que situações como esta não aconteçam mais...Não dá pra entender como pode existir pessos assim tão cruéis e irresponsáveis...

    ReplyDelete
  5. Eu me revolto tanto com essas coisas! Absurdo mesmo. Eu jah tinha ouvida falar desse medico aih acho que eu tava no Brasil quando ele foi realmente denunciado e o caso explodiu, em 2009 se nao me engano. Mas essa dos bebes nao serem dos pais biologicos eu nao sabia. To chocada. Eh por esses eu outras que eu tenho um pouco de medo de fazer in vitro. Nao sei, se um dia precisar, eu vou ter que pesquisar muitooooo sobre isso e sobre as clinicas.

    ReplyDelete
  6. Eu sabia que ele tinha fugido, mas não que estava no Líbano. Ih, agora não pegam nunca mais! Cara nojento!

    ReplyDelete
  7. Aline,
    Estou aqui de queijo caido até agora, que coisa absurda! Eu acompanhei o link que você enviou e, apesar de ter muitos termos técnicos, deu para entender bem que ele mesclava células de animais com humanos! Nossinhora! Esse homem tem é que apodrecer na cadeia, imagina quantas crianças, quantos sonhos, quantos lares ele destruiu?

    ReplyDelete
  8. Essa reportagem me deu nojo! Esse cara é um criminoso de marca maior, nem quero pensar em como devem estar essas famílias nesse momento.

    Sabe o que me intriga? Como é que ninguém nunca desconfiou antes? Mesmo com esses números absurdos de fertilização com sucesso por ano, muito maior do que todas as outras clínicas?

    Se fosse uma clínica "fundo de quintal", com certeza já teriam investigado e descoberto, mas como o cara tinha grana e muita influência...

    (Tenho tido problemas pra postar comentários no seu blog e em muitos outros. Espero que meu comentário entre com meu nome hoje, mas caso não entre, sou a Line do Meias Palavras http://lininha-meiaspalavras.blogspot.com/2011/05/por-que-nao-consigo-comentar.html)

    ReplyDelete
  9. Nossa, isso eh realmente revoltante! Eu me lembro de ter assistido filmes sobre isso e acho que li ateh sobre esse caso mesmo. Hoje em dia existe muita gente que nao deveria ser professor, medico, eu vejo mesmo aqui na Irlanda, que toda hora extoura um caso de erro medico por desleixo. Ja teve um caso na cidade onde eu moro de um medico estar trabalhando no hospital que comprou um diploma, um Med e por ano estava trabalhando como clinico. Acabaram descobrindo e ele tinha sido contratado pq conhecia o pessoal do RH. Esse mundo esta perdido e com a recessao everywhere e a mentalidade de que a job is a job a coisa fica pior. Eu vi bem isso qdo estagiei numa escola aqui e uma cabelereira lecionava, berrava e beliscava as criancas.. Eh triste tb porque existem tantos profissionais excelentes que nao tem oportunidade. Eu sempre desconfio de medico estrela.. Bjuuus e parabens pelo seu profissionalismo, eu tenho certeza que vc sim eh excelente!!

    ReplyDelete
  10. Aline, menina! Eu fiquei sabendo disso, que HORROR!!!!!!!! Depois que saiu o primeiro podre desse cara, não pára mais de descobrir as coisas horríveis que esse homem fazia, NOSSA!!!! Fico imaginando o Deus deve pensar dessas coisas, gente!! Nesse mundo não há o que se esperar, só Deus para nos guardar e nos dar graça, porque é cada um que aparece!!
    Agora ele está livre, leve e tranquilo depois que conseguiu fugir, LAMENTÁVEL!! Só fico pensando como ele consegue dormir todos os dias, é impossível acreditar que uma pessoa dessa possa ter paz!!

    ReplyDelete
  11. Ai, eu já tinha visto seu blog, mas estava no trabalho (limitação para escrever).

    Isso me dá uma tristeza, tanta gente doida por aí..

    ReplyDelete